Podcasts

Entrevistas

13/06/2017 FLÁVIO TURRA






O Gerente Técnico e Econômico do Sistema OCEPAR (Organização das Cooperativas do Paraná) traça um perfil do mercado de milho no Brasil, bem como seus desafios.

Os debates sobre a cultura do milho, ocorridos nesta quinta-feira (01/06), em Castro (PR), e que foram acompanhados pelos participantes do Fórum dos Presidentes das Cooperativas do Paraná, contemplaram a realização de três painéis para discutir os temas “Como agregar valor ao milho”, “Uma política de longo prazo para o milho” e “Pós-colheita: da armazenagem à logística”. Além do ministro da Agricultura, Blairo Maggi, as discussões tiveram a presença de mais autoridades, como ex-ministro da Agricultura e presidente executivo da Abramilho, Alysson Paolinelli, os secretários de Estado da Agricultura, Norberto Ortigara, da Infraestrutura, José Richa Filho, o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Neri Geller, o diretor-presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), e o presidente da Ferroeste, João Vicente Bresolin Araújo. Também participaram o diretor da Cargill, Laerte Moraes, e o gerente técnico e econômico da Ocepar, Flávio Turra.

Segundo o gerente técnico e econômico da Ocepar, Flávio Turra, o que existe no Brasil atualmente é uma política única para todas as culturas. Tanto que os planos safras, tradicionalmente lançados em junho, estabelecem as condições de crédito para custeio, comercialização e investimento, como também atualiza os preços mínimos de cada cultura.

Foto: Comunicação OCEPAR

  • Webcombrasil nas redes sociais:

WEBCOMBRASIL l A sua agência de comunicação
Rua da Glória, 72 Terceiro Andar, Sala 301, Centro Cívico, Curitiba/PR
CEP: 80030-060
www.webcombrasil.com.br
central@webcombrasil.com.br