Antonio Candido, crítico literário e sociólogo, morre aos 98 anos em São Paulo

O crítico literário e sociólogo Antonio Candido morreu em São Paulo na madrugada desta sexta-feira (12) aos 98 anos. Ele era professor da USP e deixa as filhas Laura e Marina, também professoras de história da USP, e Ana Luísa. Marina disse que o pai tinha hérnia de hiato no estômago, não se sentiu bem e foi internado no sábado.