Stents para cardíacos melhoram fluxo sanguíneo, mas não aliviam sintomas, diz estudo britânico

A eficiência do uso de stents em um grupo de pacientes com doenças cardíacas foi testada por cientistas do Imperial College London. O estudo abordou apenas pessoas com angina estável – bloqueio arterial que impede a chegada de oxigênio no músculo no coração. Os pesquisadores concluíram que o procedimento cirúrgico aumenta o fluxo sanguíneo, mas não observaram uma melhora significativa nos sintomas após a aplicação.