Governo decide ampliar comunidades e residências terapêuticas para tratamento psiquiátrico

Uma nova resolução do governo prevê ampliação das comunidades e residências terapêuticas, entidades que recebem pacientes psiquiátricos, mas não são consideradas hospitais. Até o final de 2018, a rede pública deve habilitar 200 residências e ampliar, ainda sem número definido, as comunidades terapêuticas.