Justiça alemã determina que serviços secretos podem espionar operadoras de Internet

Os serviços secretos alemães podem continuar espionando as grandes operadoras de Internet para garantir a segurança nacional, determinou a justiça alemã. O tribunal administrativo federal indicou em um comunicado que rejeitou na quarta-feira à noite o recurso apresentado pela companhia alemã De-Cix questionando a legalidade da vigilância exercida há anos pelos serviços secretos estrangeiros (BND).