Dois anos após ataque no Bataclan, França ainda enfrenta risco de ameaça de terrorismo

A França está pronta para responder aos terroristas em caso de emergência e a segurança é melhor do que era há dois anos, quando Paris foi abalada por uma série de ataques mortais, de acordo com o ministro francês do Interior, Gerard Collomb, em uma entrevista ao Le Journal du Dimanche, publicado neste domingo.