Custos baixos e desafio cultural levam 500 brasileiros a buscarem diploma de medicina na Rússia

É clichê, mas Kursk, cidade localizada a 500 km de Moscou, já pode ser chamada de um pedacinho de Brasil na Rússia. Atualmente, a cidade universitária tem cerca de 350 brasileiros estudando medicina, conta Carolina Tellez, diretora da Aliança Russa, instituição de ensino que media intercâmbios estudantis entre Brasil e Rússia. A ideia, segundo Carolina, é mostrar para os brasileiros como é a Rússia realmente.