UnB apura cem casos de suposta fraude em cotas raciais apontada por alunos

A Universidade de Brasília (UnB) abriu sindicância para apurar suposta fraude de, pelo menos, cem alunos que foram admitidos pelo regime de cotas raciais. Os casos foram levantados por grupos de ativistas negros e estudantes da própria universidade, como forma de pressionar a direção da UnB por um rigor maior nessa avaliação.