Agricultores sofrem com a redução do Programa de Aquisição de Alimentos

Quem lutou uma vida inteira por um pedacinho de terra, aproveita cada canto dela pra tirar o sustento da família. Pelo menos é assim que vive o produtor Agostinho Alves de Sousa. Em um assentamento em Planaltina, a 43 quilômetros de Brasília, ele cultiva alface, milho, mandioca, cebolinha. Agostinho só conseguiu produzir depois que entrou para o Programa de Aquisição de Alimentos, mais conhecido como PAA. “O PAA nos ajudou muito nessa questão, de entrar no mercado”, comenta.