Financiamento público de campanha continua no Projeto de Reforma Política

A pressão popular surtiu efeito e o fundo partidário de R$ 3,6 bilhões foi retirado da proposta de reforma política. Ao todo, 441 parlamentares rejeitaram destinar 0,5% do orçamento da União a campanhas políticas. Apenas uma deputada, Geovania de Sá (PSDB-SC), votou a favor do fundo. Mas ela disse que se enganou e pedirá retificação.