Sindicato denuncia agressões a 376 jornalistas em protestos na Venezuela

O principal sindicato de jornalistas da Venezuela denunciou que 376 repórteres sofreram agressões durante quase três meses de protestos contra o presidente Nicolás Maduro, a maioria por parte de militares e policiais.