É impossível para robôs militares aprender a diferenciar inimigos e aliados, diz cientista

Por ocasiăo da conferęncia sobre robôs assassinos realizada 13 e 17 de novembro em Genebra, a Sputnik conversou com o especialista em inteligęncia artificial e professor da Universidade de Berlim, Raúl Rojas González, sobre as perspectivas do desenvolvimento deste tipo de "armas letais". Rojas deixou claro: um robô jamais será humano.