O perigoso lado ruim de ser perfeccionista

Os pesquisadores Thomas Curran e Andrew Hill, das universidades de York St John e Bath, no Reino Unido, conduziram recentemente um estudo de meta-análise com base nos índices de perfeccionismo registrados de 1989 a 2016 – a primeira pesquisa a comparar a tendência entre gerações. E identificaram aumentos significativos entre os recém-formados nos EUA, no Reino Unido e no Canadá.