USP testa 'pomada' quimioterápica aliada a choque de baixa intensidade para tratar câncer de pele

Pesquisadores da USP em Ribeirão Preto (SP) desenvolveram um tratamento tópico de combate ao câncer de pele que utiliza nanopartículas de quimioterápicos associadas a choques elétricos de baixíssima intensidade.