Estria Bacteriana pode reduzir pela metade capacidade produtiva de cultivares de milho

O Instituto Agronômico do Paraná reconhece a ocorrência da Estria Bacteriana nas lavouras de milho do Estado e está monitorando a situação para melhor identificar sua distribuição e, eventualmente, subsidiar ações no campo legislativo. Segundo Rui Pereira Leite, Pesquisador do IAPAR, a Estria Bacteriana tem potencial para reduzir à metade a capacidade produtiva de cultivares altamente suscetíveis.